24.2.10

Ruptura Conceitual

"Se está a sentir-se bloqueado por um problema, precisa de uma ruptura conceitual. As suas respestos habituais não se revelam suficientes."

Tem gente que por si só já é uma própria ruptura. Um conceito rasgadíssimo. Uma atitude original. Aquela coisa unique.

Alguém importante (que da memória me escapa) ja dizia: pra ser genial é preciso ser sozinho.

Faz sentido.

De opinião e conselhos pode-se alcançar a camisa de força. O troféu do enquadramento. A habilidade oca de gradar aos outros (todos) e desegradar a si mesmo.

Filosoficamente falando a busca por aprovação - ou necessidade de auto-aformação - é uma retórica cruel e enfraquecedora.

Melhor se meter na terapia.

É aquela velha e boa história do caminho que é só e único. E ainda que todo mundo queira tomá-lo como Coca-Cola, pode ser interessante devorá-lo num shot de Tequila, degustá-lo como frapê de Côco, ou ainda numa versão on the rocks, on the rocks, on the rocks.

Depende de quem observa e como absorve.

Sat Nam ;)

2 comentários:

carolvespoli disse...

De longe, de perto.....sempre!
LOVE

Lucas disse...

Boa!